fbpx
Escolha uma Página
Spread the love

Café com Cerveja. Com a criatividade das cervejarias artesanais, casamento entre 2 paixões brasileiras rende ótimos frutos (ou melhor, ótimos brindes).

O café e a cerveja estão entre as bebidas mais admiradas e consumidas nos quatro cantos do planeta. Se não considerarmos a água, que é sim a bebida mais consumida do planeta, temos o café com a primeira posição do ranking e a cerveja em quarta colocação. E aqui no Brasil não poderia ser diferente, as duas bebidas estão entre as mais apreciadas pelos brasileiros.

Agora, imagina quando se juntam os dois?! Ainda que não pareça, café e cerveja não são tão diferentes assim: ambos têm grãos torrados, oferecem efeitos estimulantes e arrastam multidões de fãs e amantes.

Cada bebida tem características únicas, mas o que é muito bom é que elas podem ser combinadas. Isso mesmo, se você não sabia existem cervejas com adição de café na receita e não se resume somente a cervejas escuras como Stouts, Porters ou Brown Ale.

Já faz algum tempo que as cervejarias começaram a testar essa combinação, utilizando grãos de café em suas receitas. Algumas cervejarias também usam o método “cold toddy”, que substitui a água quente pela fria: os grãos são adicionados à água em baixa temperatura e descansam entre 18 e 48 horas, deixando o líquido com sabores e aromas de café, para, depois, ser misturado à cerveja. Esse casamento deu tão certo que, em 2004, a World Beer Cup adicionou o estilo “Coffee Flavored Beer à competição.

Então, preparei uma listinha de cervejas artesanais brasileiras, que tem a adição de café nas suas receitas, para você saber mais e até mesmo comprar alguns rótulos para experimentar.

1. Morada Hop Arábica

Cerveja com cafés especiais

Essa é uma das melhores cervejas com café que você vai tomar. Fruto da parceria entre a cervejaria Morada Cia Etílica e Lucca Cafés Especiais, surgiu essa Belgian Blond. Uma cerveja muito saborosa, aromática, fruto de um longo trabalho entre a escolha dos ingredientes e o preparo da cerveja. Seu teor alcoólico é de 5%. Ganhadora da medalha de ouro no Festival Brasileiro da Cerveja (categoria Coffe-Flavored Beer).

2. Mestre-Cervejeiro.com Double Brown Ale Café

Double Brown Ale Coffee

A Mestre-Cervejeiro.com, maior rede de lojas de cervejas artesanais do país, lançou um rótulo próprio, em comemoração aos 15 anos da marca, a Mestre-Cervejeiro.com Double Brown Ale Café. A cerveja tem coloração marrom, textura cremosa, espuma bem formada, persistente e com uma aroma irresistível de café combinado com malte tostado.

3. Klein Bier Break

Cerveja com café

A Cervejaria Klein, de Campo Largo-PR, lançou uma edição especial da sua Imperial Stout. A Bier Brake tem adição de café 100% arábica que antes foram embebidos em bourbon. resultando numa cerveja com 8,9% de teor alcoólico e um IBU de 83.

4. Von Borstel Kaffee Bier

cerveja com café

De Londrina, a antiga capital brasileira do café, surgiu a Kaffee Bier, da Von Borstel, com 4,8% de teor alcoólico. A variedade de café utilizada foi a Catuaí Vermelho, da Região de Jacarezinho — Norte Pioneiro do Paraná, aliado ao processo de ‘Cold Brew’, com infusão direta durante o processo de maturação.

5. Blondine Volcano Coffee Stout

adição de cafés especiais na cerveja

É uma cerveja de coloração preta e espuma cremosa, fabricada com grãos de café 100% arábica. Apresenta aroma intenso e sabor equilibrado, com notas tostadas do malte, leve chocolate amargo e predomínio do café, lembrando um expresso gelado.

6. Hocus Pocus Coffee Hush

Cerveja com café

É a versão da Hush (Amber Ale) com adição de café. Durante a produção, a cerveja fica em contato com os grãos por pouco tempo, a fim de extrair as características mais solúveis, destacando o aroma mais frutado ao invés de torrado.

7. Dead Dog Coffee IPA

cerveja com café

A Dead Dog “Edição Especial”, com adição de café, é uma American IPA já conhecida dos cervejeiros do circuito Rio-Niterói. Os grãos de café, selecionados e torrados pelo Barista Bruno Couto, são usados inteiros para aromatizar a bebida, com 5,7% de ABV e 56 IBU.

8. Tupiniquim Monjolo Imperial Porter

Cerveja com café

Eleita a melhor cerveja do Brasil no RateBeer (2016), tem coloração negra e espuma bege. Seu aroma lembra o café, caramelo tostado e licor de alcaçuz. O sabor é torrado, com toques de café, toffee, baunilha e chocolate. O final é amargo e lupulado.

9. Dama Bier Fellas

adição de café na cerveja

Da união de 3 fellas cervejeiros (Dama Bier, SudBrau e Bodebrown) surgiu esta cerveja que já ganhou diversos prêmios, como Medalha de Australian Beer Awards 2015, Medalha de bronze no International Beer Challenge 2015, Medalha de bronze no World Beer Awards 2015 e Medalha de bronze no Festival Brasileiro da Cerveja 2016.

Os 3 se reuniram em um laboratório secreto e de lá saiu a Dama Bier Fellas, uma Imperial Coffee Ipa, com 90 IBUs, 9% de teor alcoólico e café 100% arábica. O resultado? Uma cerveja ótima, alcoólica e com forte sabor de café.

10. Colorado Demoiselle

adição de café na cerveja

Demoiselle é o nome de um dos aviões inventados por Santos Dummont, que passou parte da infância na região da Alta Mogiana (MG), onde seu pai foi um dos grandes expoentes no cultivo do café. E é esse ingrediente, combinado com maltes importados, que dá o toque no sabor e aroma desta cerveja.

Veja também:

NA ONDA DOS LICORES DE CAFÉ


Spread the love