Compartilhar

A grande maioria dos brasileiros adultos consomem doses diárias de cafeína superiores a 300 mg, e muitos são viciados. Você já se perguntou o que torna a cafeína tão popular? Por que milhões de pessoas usam esta droga?

A cafeína (C8H10N4O2) é um composto químico do grupo das xantinas. Denominada como 1,3,7-trimetilxantina, a mesma é encontrada em plantas e bebidas, como no café, chá, chimarrão, em refrigerantes, etc. A cafeína é considerada a droga lícita mais consumida no mundo.

Fisicamente, a substância se encontra na forma de um pó branco cristalino e amargo. O composto pode ser classificado como droga porque é utilizado como um estimulante cardíaco e diurético, além de deixar as pessoas mais eufóricas e causar dependência física e psicológica, agindo de forma semelhante à anfetaminas e à cocaína, porém com um grau de intensidade bem menor.

Estima-se que grande parte da população adulta brasileira consome a dose diária igual ou superior a 300 mg de cafeína. Seus efeitos são:

  • Bloqueio da recepção de adenosina, impedindo a sensação de sono em curto prazo;
  • Estímulo da produção de adrenalina, aumentando o metabolismo e dando mais disposição;
  • Aumento da concentração de dopamina no sangue, dando a sensação de bem-estar.

Os problemas que a cafeína provoca no organismo não são tão graves nem tão rápidos como nos casos das drogas ilícitas, porém existem. A recepção da adenosina é muito importante para o sono saudável, portanto com o bloqueio dessa substância, as pessoas terão, em longo prazo, dificuldades para se beneficiarem de um sono profundo.

Um indivíduo que tenta diminuir ou acabar com as doses de cafeína irá encontrar dificuldades, já que a substância gera o aumento da sensação de prazer e bem-estar. Além disso, muitas delas passam a apresentar dores de cabeça, ocasionadas pela dilatação dos vasos sanguíneos do cérebro.

Se você sente que “não funciona” sem um copo de café, é porque você já está viciado em cafeína.

Cafeína é uma droga que causa dependência

A cafeína é uma droga que causa dependência – física e psicológica. Ela opera por mecanismos similares às anfetaminas e à cocaína. Seus efeitos, entretanto, são mais fracos do que estas drogas, mas ela age nos mesmos receptores do sistema nervoso central (SNC).

Cafeína pode matar por Overdose?

Quando um britânico de 23 morreu por overdose de cafeína, muita gente deve ter se perguntado: “Ué, mas isso mata?”

É raro, mas pode matar. Se você fizer como ele, que tomou uma quantidade de cafeína pura, em pó, equivalente à de 50 xícaras de café.

Na base do cafezinho, no entanto, dificilmente alguém consegue se matar. “A cafeína é uma droga segura. O problema, como no álcool, é o excesso”, diz o médico Luiz Antonio Machado, do Instituto do Coração da USP.

“Com uma dose alta, de mais de 400 miligramas de uma vez, o máximo que ela pode provocar é uma hiper excitação e um desconforto geral.” Graças ao risco relativamente baixo que a cafeína oferece, bebidas e alimentos com esse ingrediente,  são vendidos sem restrição de local ou idade.

Veja também:

VIVA O SEU LIFESTYLE

Post Relacionados

Moka Express, a cafeteira italiana que revoluciono... A cafeteira italiana, também conhecida como Moka, é uma forma prática de preparar café e muito popular no seu país de origem. Costumo dizer que muita...
Como nasceu o Projeto Cafeinação? Bem vind@s ao Projeto Cafe.i.n.ação. A idéia inicial do projeto surgiu no dia 1º de janeiro de 2014, como um exercício criativo e desafio para ser co...
Como eu comecei gostar de café? Uma das perguntas que sempre me fazem é: Como você entrou neste mundo do Cafés Especiais? Sempre achei difícil achar essa reposta, ou explicar o cami...